Capa do livro Formas do telejornal

Capa do livro Formas do telejornal

O livro Formas do telejornal: linguagem televisiva, jornalismo e mediações culturais, de Juliana Gutmann, que apresenta a tese vencedora do Prêmio Compós 2013, será lançado durante o 23º Encontro Anual da Compós, em Belém. A publicação do trabalho, pela Edufba, cumpre a tarefa de dar visibilidade à produção científica dos programas de pós-graduação em Comunicação, um dos objetivos do Prêmio Compós de Teses e Dissertações.

Em Formas do telejornal, Juliana estuda o processo contínuo de mudança cultural do telejornalismo brasileiro, que equilibra convenções e novos modos de uso. A autora analisa como a linguagem dá a ver valores jornalísticos, que aparecem então como estratégias de comunicabilidade do telejornal.

“No livro, eu trabalho com telejornalismo pensando como é que se produz sentido jornalístico, como é que valores como atualidade, interesse público aparecem encarnados em linguagem, ou seja, nos movimentos de câmera, na performance. Eu tentei observar como é que o jornalismo se constrói enquanto forma, materialidade”, explica Juliana.

Premiação

A tese, que chega agora em livro, levou o Prêmio Compós no ano passado. Juliana estava em aula quando soube do resultado. “Eu estava na ilha de edição com os alunos, editando um documentário. Aí recebi um torpedo da orientadora da minha tese”, conta a autora. Vieram mais torpedos de parabéns. Até que Juliana, ainda sem entender bem do que se tratava, viu na Internet que vencera.

“A premiação é um momento de reconhecimento. No mundo acadêmico então, em que a visibilidade da gente é pela produção intelectual, ser premiada pela tese é um momento muito grande de reconhecimento e de uma espécie da captura de capital simbólico. Então abre portas, claro que sim”, acredita Juliana.

Na época, ela era bolsista de pós-doutorado na Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde defendera a tese. Logo depois foi credenciada na UFBA como professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas e lá permanece. As pesquisas de Juliana seguem agora na relação entre televisão e história, ainda pensando na linguagem e nos gêneros televisivos.

 

Livro: Formas do telejornal: linguagem televisiva, jornalismo e mediações culturais

Autora: Juliana Gutmann

Editora: Edufba

Lançamento: 28 de maio, às 18h, no Centro de Eventos Benedito Nunes, na Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém