Comunicação e Cibercultura

Esse GT agrega pesquisas sobre as atuais formas de produção, consumo, armazenamento e distribuição de dados digitais, bem como sobre a correlata performatividade algorítmica em interfaces com os atuais problemas da comunicação e da cultura contemporâneas. O GT acolhe pesquisas que têm por base o aprofundamento da discussão sobre o papel dos dados e dos algoritmos na atualidade, buscando reconhecer o caráter procedural dos dados e dos algoritmos, suas as agências, performances e práticas em suas múltiplas expressões na comunicação contemporânea. Os processos de dataficação da cultura contemporânea devem ser tratados por teorias sociológicas, antropológicas, comunicacionais, filosóficas e políticas amplas, com o objetivo de compreender áreas/fenômenos emergentes tais como: estudos de softwares; games studies; a governança e a democracia digitais; as dinâmicas sociocomunicativas nas redes sociais, as questões de sociabilidade, automonitoramento, identidade e formação do sujeito; as atuais forma de vigilância distribuída e as controvérsias em torno da privacidade; os desafios teóricos e metodológicos do big data; a expansão de objetos sencientes com a Internet das coisas e as cidades inteligentes; as formas de materialidade presente e futura da internet; o jornalismo de dados; as transformações no audiovisual (Web, fotografia, cinema, TV, som) com a prática de dados; entre outros. A particularidade da linha é a investigação centrada na materialidade da comunicacional digital, com ênfase no dado e no algoritmo, focando nas diversas expressões desses fenômenos na contemporaneidade.

Informações

Coordenador(a): Raquel Recuero (raquelrecuero@gmail.com)

Vice-Coordenador(a): Sandra Portella Montardo (sandramontardo@feevale.br)