2019 - Universidade Federal do Maranhão

Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Comunicação – Mestrado Profissional

Site: https://portalpadrao.ufma.br/ppgcompro

E-mail: secretaria.ppgcompro@ufma.br

Telefone: (98) 3272 4689

Processos e Produtos Midiáticos

Coordenador(a)

José Ribamar Ferreira Júnior (jferr@uol.com.br )

Vice-Coordenador(a)

Li-Chang Shuen Cristina Silva Sousa (lichangshuen@gmail.com)

Área de concentração

Processos e Produtos Midiáticos

Linha de Pesquisa

1 - Comunicação Institucional e Mercadológica
2 - Jornalismo, Convergência e Inovação

Ementa da Linha de Pesquisa

1 – Comunicação Institucional e Mercadológica

Estudo acerca dos processos e estratégias de comunicação institucional e mercadológica, nas organizações privadas, públicas e do terceiro setor. As investigações abrangem o planejamento e a gestão da comunicação organizacional em ambientes online e off-line no que tange à imagem, identidade, reputação, marcas e consumo, assim como a linguagem e os discursos construídos a partir das interfaces entre comunicação organizacional, sustentabilidade, governança corporativa, responsabilidade socioambiental, considerando os meios, sujeitos e organizações locais, regionais e globais que atuam no complexo mundo contemporâneo.

2 – Jornalismo, Convergência e Inovação

Abrange estudos sobre as transformações por que passam as redações jornalísticas, a partir dos processos digitais e de convergência dos meios, dentro de uma perspectiva histórica, cultural e tecnológica, com foco nas mudanças nos ambientes e condições de empregabilidade a partir do reordenamento de competências e habilidades, bem como da reconfiguração do cenário econômico que engloba a indústria da produção de conteúdo informativo. Observa a expansão dos espaços profissionais e a alteração nos processos produtivos considerando as plataformas de mídias sociais, os negócios de monitoramento e análise de métricas, o jornalismo guiado por dados, a colaboração e a participação das audiências na produção de conteúdo, as novas formas de financiamento da atividade jornalística e o empreendedorismo. Compreende também a utilização de tecnologias emergentes e recursos computacionais no fazer jornalístico e o estudo de novas formas e gêneros narrativos, como o jornalismo imersivo, o jornalismo automatizado, o jornalismo transmídia e as questões éticas, mercadológicas e tecnológicas deles advindas.