1996 - Universidade Federal de Minas Gerais

PÓS-GRADUAÇÀO EM COMUNICAÇÀO (MESTRADO E DOUTORADO)

Site: www.ppgcom.fafich.ufmg.br

E-mail: ppgcom@fafich.ufmg.br

Telefone: (31) 3409-5072

Comunicação e sociabilidade contemporânea

Coordenador(a)

BRUNO SOUZA LEAL (brunosleal@gmail.com)

Vice-Coordenador(a)

CARLOS FREDERICO DE BRITO D`ANDRéA (carlosdand@gmail.com)

Área de concentração

Comunicação e sociabilidade contemporânea

Linha de Pesquisa

1. Comunicação, territorialidades e vulnerabilidades
2. Pragmáticas da Imagem
3. Processos Comunicativos e Práticas Sociais
4. Textualidades Mediáticas

Ementa da Linha de Pesquisa

 

1. Comunicação, territorialidades e vulnerabilidades

A linha de pesquisa articula territorialidades e vulnerabilidades como dimensões comunicacionais ligadas aos enfrentamentos e dissensos políticos; às dinâmicas de formação de públicos e da opinião pública; às disputas políticas travadas nos territórios digitais, institucionais e corporais; aos fluxos estratégicos, éticos e afetivos que marcam experiências artísticas de exploração de paisagens, passagens e experimentações que produzem espacialidades e temporalidades de escuta, diálogo, conflito e articulações. O escopo de abrangência das temáticas que configuram os principais eixos de atuação da linha envolve as diferentes maneiras de investigar territorialidades e vulnerabilidades a partir de dinâmicas afetivas, políticas, corporais, sonoras, artísticas e institucionais. Explora-se o modo como territórios surgem a partir de dinâmicas comunicacionais de negociação, de exposição de vulnerabilidades, de hostilidade, mas também de hospitalidade, o que requer a construção conjunta de metodologias e tentativas de produção de interfaces entre agenciamentos, experiências e arranjos que expandem os limiares nos quais se aproximam a política, os afetos, as corporeidades, a arte e as institucionalidades.

2. Pragmáticas da Imagem

Esta linha de pesquisa aborda os procedimentos de criação, os modos de expressão e as formas de fruição das imagens, tendo em vista a especificidade dos dispositivos, discursos e performances que as produzem, assim como sua hibridação e criação de espaços reflexivos para o contato com as alteridades. Abriga a reflexão sobre a produção imagética, privilegiando seus aspectos documentais, ficcionais e plásticos. Levando-se em conta a dimensão pragmática que é intrínseca e coextensiva à dimensão expressiva das imagens, procura-se compreender as mediações pelas quais elas instauram experiências subjetivas, políticas e estéticas. Disciplinas de referência: Imagem e mediação; Formas e processos da imagem.

3. Processos Comunicativos e Práticas Sociais
A linha de pesquisa investiga processos comunicativos que, sob o prisma da reflexividade, configuram as relações sociais, particularmente no âmbito da cultura e da política. Tal perspectiva incentiva a investigação do contexto sócio-histórico dessas práticas, da constituição de sociabilidades bem como das dinâmicas de poder a elas relacionadas. Os projetos nela abrigados propõem-se a analisar as formas interativas, as interlocuções, as ações dos sujeitos, os usos e as apropriações de distintos meios e estratégias comunicacionais, seja na vida cotidiana, seja no âmbito da vida pública e institucional.. Disciplinas de referência: Comunicação e interação; Comunicação e espaço público.

4. Textualidades Midiáticas
A Linha de Pesquisa Textualidades Midiáticas realiza estudos sobre as interconexões entre fenômenos da comunicação e suas textualidades, objetivando apreender os textos como processos de mediação temporal e espacialmente situados. As noções de dispositivo, experiência e semiose são referências para apreender as redes heterogêneas que entrelaçam as variadas dinâmicas comunicacionais e midiáticas. As reflexões se voltam para as dimensões sígnicas, discursivas, narrativas, materiais, informacionais e sociotécnicas que permeiam historicamente as textualidades investigadas nesta linha de pesquisa.